<$BlogRSDUrl$>

mundo
Todas as coisas têm o seu mistério
e a poesia
é o mistério de todas as coisas

Federico García Lorca

Sendo este um BLOG DE MARÉS, a inconstância delas reflectirá a intranquilidade do mundo.
Ficar-nos-á este imperativo de respirar o ar em grandes golfadas.
outubro 29, 2008

a crise e o mau feitio...

Alguém me disse, recentemente, que à sua consciência libertária cada vez lhe assenta melhor, como salvaguarda de sanidades mentais, o epíteto de «mau feitio». Após ligeira maturação da ideia, inclino-me, de alma e coração, para a tese...

Alguns motivos:

Tais foram e são algumas das virtudes deste extraordinário capitalismo selvagem, que tomou o freio nos dentes e ninguém parece conseguir segurar.

Ou, então, se calhar não. Todos estes tipos têm cara, a começar pelos governantes que funcionam como seus homens-de-mão, numa espécie de esquema pan-mafioso, em que tudo funciona através de valores entendidos e estratégias globalmente arquitectadas.

Há dúvidas?... Então, vejamos: quanto dinheiro seria necessário e quanto tempo levaria até se chegar a uma decisão concertada para acabar com a fome no mundo? Em contrapartida, quanto foi disponibilizado e em quanto tempo pelos governos do mundo para socorrer os artistas da «alta finança», esbracejando nas suas falências anunciadas?

Alguém quer comparar os dois pesos e as duas medidas? Então, e as duas velocidades? Alguém duvida deste imenso concerto global do «venha a nós o vosso reino», numa escala que deixa a dízima a perder de vista? A actual «crise» aí está para o provar...

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 11:53


outubro 26, 2008

fotografando o dia (112)


devoção
de mãos postas
sem revolta
em aposta de ter fé
de esperança à solta

- foto e poema de Jorge Castro

(fotografia obtida durante a procissão de Nossa Senhora dos Remédios, em Carcavelos - Out. 2008)

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 11:23


outubro 23, 2008

dia 25 de Outubro, nas Caldas da Rainha
Livraria Martins Fontes

As voltas que a História dá!

Nas Caldas da Rainha, na Livraria Martins Fontes, no dia 25 de Outubro, pelas 16h00, o meu amigo Pedro Laranjeira, com o apoio do tenente coronel Brandão Ferreira, fará uma apresentação do seu livro O Alentejano Que Descobriu a América, abordagem audaciosa mas perspicaz que nos apresenta a evidência de que há muita História escondida nas entrelinhas... da História.

«Cristóvão Colombo», afinal Salvador Fernandes Zarco, português, alentejano de Cuba e agente infiltrado em terras de Espanha ao serviço do rei português D. João II?... - Um mundo que interrogações que Pedro Laranjeira, recorrendo aos mais recentes avanços na investigação deste enigma, ajuda a desvendar.

A obra agora dada à estampa, vai sair em traduções para inglês, castelhano, alemão, holandês e francês, sob o título genérico "O Português que descobriu a América". Em 2009 será editada também em italiano e em mandarim.


Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 09:27


outubro 19, 2008

Da poesia e de Carcavelos dos Cinco Sentidos

Semana fértil nos caminhos da poesia, foi o que tivemos, rodeados de gente de bem-querer...

Risoleta Pinto Pedro, convidada da sessão das Noites Com Poemas, encheu a sala da Biblioteca de São Domingos de Rana com a poética da liberdade e a liberdade da poética...

... e logo houve quem desenvolvesse o mote.
Carlos Peres Feio falou, de coração, da mestra e da amiga, uma só que em muitas se desdobra...



Os Jograis do Paço uniram vozes em homenagem a Tito Iglésia e Carlos Feio...



... e vários nos mostraram que ser poeta não tem idade



Houve risos à solta no salão...


... e cânticos que teimam em fazer-se ouvir.



E cada um trouxe de si o melhor que a poesia lhe sugere...


*
Depois, na Quinta da Encosta, em Sassoeiros, integrado nas comemorações do Dia da Freguesia de Carcavelos, teve lugar o lançamento do livro Carcavelos dos Cinco Sentidos, relatos de memórias que dão outro sentido ao lugar em que vivemos...


Este lançamento foi precedido pela actuação do grupo coral Da Capo

A mesa foi constituída por (da esquerda para a direita) por:
-Fernanda Frazão - da editora Apenas Livros
- Jorge Castro - coordenador do livro
- Zilda Costa da Silva - presidenta da Junta de Freguesia de Carcavelos
- António Capucho - presidente da Câmara Municipal de Cascais
- Isabel Martinho - presidenta da Mesa da Assembleia da Junta
- Ana Paula Guimarães - directora do IELT





O grupo que apoiou e desenvolveu o projecto do livro foi chamado à mesa:
- Carlos Peres Feio
-Elisa Costa
- Joaquim Costa
- Lídia Castro
- Lourdes Calmeiro
- Mário Piçarra
Paula Costa


Um livro para ser lido à mão-cheia e que pode servir de esteio para quem queira prosseguir, localmente, um projecto deste tipo.


As diversas dependências da Quinta das Encostas foram escassas para acolher quantos ali se deslocaram...


Após os diversos oradores, houve lugar a um Carcavelos de honra.


Não me competirá o papel de juiz em causa própria, mas estou à vontade para assegurar que este, como sói dizer-se, já ninguém no-lo tira e o contentamento que advém da obra feita, solidariamente, com empenho e qualidade, estava patente no olhar de todos quantos abraçaram o projecto.
Isso nos basta!

O livro é comercializado pela Junta de Freguesia de Carcavelos,
a quem os interessados deverão dirigir-se para o efeito.

- fotografias de Lourdes Calmeiro e de Alexandre Castro

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 11:09


outubro 15, 2008

Carcavelos dos Cinco Sentidos

sábado, dia 18 de Outubro, pelas 16 horas

apresentação do livro CARCAVELOS DOS CINCO SENTIDOS

na Quinta da Encosta - Largo Vasco d'Orey - Sassoeiros

(procurar aqui mapa de localização:
introduza, na pesquisa, Largo Vasco d'Orey - cód. postal 2775)

Pelas nossas mãos, pelos olhos, pelos ouvidos, no gosto, no olfacto, pelas janelas do nosso corpo abertas ao mundo, nos fazemos, em cada dia que por nós vai passando.

E, contando o que aprendemos, agindo com o que aprendemos, vamos deixando a nossa matriz também nesse mundo, nessa troca de favores de que a vida é feita.

Destas evidências nasceu o desafio que a Junta de Freguesia de Carcavelos me propôs e a que tive o maior prazer em corresponder:

- a recolha das memórias vivas de Carcavelos, através dos contos ou das imagens daqueles que, sem saudosismos nem vãs glórias, mas cultivando a arte de viver, nos aticem a lareira do passado, avivando o conforto do presente e assegurando o fogo ardente do futuro.

Para cima de 50 relatos e quase três centenas de imagens incorporam o livro, de alta qualidade gráfica, que a Junta de Freguesia de Carcavelos irá lançar, no próximo dia 18 de Outubro, pelas 16 horas, integrado nas comemorações do Dia da Freguesia, lançamento esse para o qual muito gostaria de contar com a vossa presença.


Programa:
16h00


Apresentação do Livro "Carcavelos dos Cinco Sentidos"

Edição da Junta de Freguesia de Carcavelos
com a participação de:

Fernanda Frazão, da Editora Apenas Livros
Ana Paula Guimarães, directora do Instituto de Estudos de Literatura Tradicional
Jorge Castro, coordenador do projecto


e com a colaboração de:

Coral Vocal DA CAPO
Joana Amorim –"O Encanto do Taverso"

17h30

Carcavelos de Honra – Beberete

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 22:44


outubro 12, 2008

noites com poemas

A próxima sessão das Noites Com Poemas, no dia 16 de Outubro, pelas 21h30, na Biblioteca Municipal de Cascais, em São Domingos de Rana, contará, como convidada, com Risoleta Pinto Pedro, que nos falará Da Poesia.

Como habitualmente, o vosso lugar está marcado...

da poesia

poesia
vela ao mar da inconstância
procela que a mente acolhe e procria na distância

poesia
trigal de ouro sem caminho
pão da alma que nos salva na ausência de algum ninho

poesia
das estradas sem destino
o sem tempo lugar modo de um olhar doce e menino

poesia
sal da terra e do universo
solto grito de homem-todo na desmesura de um verso

poesia
tão concreta e definida
a condensar numa estrofe o corolário da vida

poesia
do incerto tempo certo
une passado e presente por ser futuro mais perto

poesia
do combate que sonhamos
de haver amanhãs que cantam numa terra sem ter amos.

- poema de Jorge Castro


Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 11:25


outubro 11, 2008

bom dia, Espinho! bom dia, Lisboa!

As voltas que a História dá!

Em Espinho, hoje mesmo, do meu amigo Pedro Laranjeira, será feita uma apresentação do seu livro O Alentejano Que Descobriu a América, abordagem audaciosa mas perspicaz que nos apresenta a evidência de que há muita História escondida nas entrelinhas... da História.

«Cristóvão Colombo», afinal Salvador Fernandes Zarco, português, alentejano de Cuba e agente infiltrado em terras de Espanha ao serviço do rei português D. João II?... - Um mundo que interrogações que Pedro Laranjeira, recorrendo aos mais recentes avanços na investigação deste enigma, ajuda a desvendar.

A obra agora dada à estampa, vai sair em traduções para inglês, castelhano, alemão, holandês e francês, sob o título genérico "O Português que descobriu a América". Em 2009 será editada também em italiano.


A partir das 15h30, vai ter lugar uma Conferência dedicada ao tema "Colombo Português " e estará patente uma Exposição bibliográfica e documental sobre o navegador.

À noite, será feito o lançamento oficial em duas línguas do livro de Pedro Laranjeira "O Alentejano que descobriu a América", com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Cuba e do Presidente da Associação Cristóvão Colon, integrando um painel de ilustres conferencistas, investigadores e convidados oriundos do todo o país, o tema histórico da nacionalidade e origens do descobridor da América vai ter palco de debate numa Conferência aberta ao público durante a tarde de hoje, na Biblioteca Municipal de Espinho.

Para quem possa comparecer na Biblioteca Municipal de Espinho,


a não perder.

*

E, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, pelas 16 horas

GALA d'OS VIOLINHOS


Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 11:48


outubro 08, 2008

depois de tentar perceber...

... o que me vêm aconselhando 478 especialistas em Economia, apenas de há uma semana para cá, creio poder estar em condições de afirmar que tenho uma solução para a crise que abala o mercado, na perspectiva do cidadão comum, pequeno aforrista e pagador de impostos. A saber:

- se cada um plantar uma dúzia de couves, à escala mundial, lá por alturas do Natal metade da crise estará debelada.

Enfim, se as suas pequenas poupanças tiverem desaparecido no sorvedouro da crise, isso ficará a dever-se a uma evolução negativa do mercado que a tal obrigou e que todos lamentam, mas sempre poderão comer as couves... Não se perderá tudo.

Tal será incomensuravelmente melhor do que desatarem todos a correr aos bancos para levantarem as escassas poupanças, porque isso só vai piorar a conjuntura.

Dediquemo-nos, pois, à agricultura em pequena escala. O arquitecto Ribeiro Teles é que está certo quando preconiza o restabelecimento das hortinhas de Lisboa.

Já estou a ver as sucursais do Millenium cheias de vasinhos com viçosos rabanetes, umas repolhudas couves lombardas, ou frondosas trepadeiras de tomates-cereja...

Assim como assim, sendo uma economia periférica, como somos, aqui no nosso cantinho, sossegaditos e dedicados à agricultura, a crise lá há-de passar, que isto não há mal que sempre dure...

(Sempre estou para ver se haverá alguém capaz de dizer que esta abordagem é mais estúpida do que as dos tais 478 especialistas que andam para aí a papaguear dislates sobre a crise do mercado...)

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 23:53




anedotinha...

Passando, em passo de corrida, recorro à facilidade de vos deixar com uma historinha que me contaram mesmo agorinha:

Empresário: Bom dia, senhor engenheiro, há quanto tempo ??!!!
Ministro: Olha, olha... Está tudo bem contigo?!
Empresário: Eh, pá, mais ou menos, tenho o meu filho desempregado... Tu é que eras homem para me desenrascar o miúdo.
Ministro: E que habilitações tem ele?!
Empresário: Tem o 12.º completo.
Ministro: O que sabe ele fazer?!
Empresário: Nada! Sabe ir para a discoteca e deitar-se às tantas da manhã!
Ministro: Posso arranjar-lhe um lugar como Assessor, fica a ganhar cerca de 4000 €. Agrada-te?!
Empresário: Isso é muito dinheiro. Com a cabeça que ele tem era uma desgraça! Não arranjas uma coisa com um ordenado mais baixo?!
Ministro: Sim, um lugar de Secretário. Já se ganha só 3000 €!...
Empresário: Ainda é muito dinheiro! Não tens nada à volta dos 600 ou 700 €???
Ministro: Eh pá, isso não! Para esse ordenado tem de ser licenciado, falar inglês e dominar informática!!!...

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 00:12


outubro 04, 2008

fotografando o dia (111)

os caretos de Podence
em devaneio circense
vão à vila de Cascais
há mais mar muito mais mar
- será talvez mar demais –
do que nos feros penedos
de onde os foram buscar
e Dom Pedro vê os medos
que suscitam nas crianças
tamanhos trangalhadanças
mais eis que repimpado um cota
dá mais vida à anedota
e de espada em devaneio
mete os caniches pelo meio
a mostrar que Trás-os-Montes
fica longe – nem me contes…


- foto e poema de Jorge Castro

Afixado por: Jorge Castro (OrCa) / 22:46


Arquivo:
Janeiro 2004 Fevereiro 2004 Março 2004 Abril 2004 Maio 2004 Junho 2004 Julho 2004 Agosto 2004 Setembro 2004 Outubro 2004 Novembro 2004 Dezembro 2004 Janeiro 2005 Fevereiro 2005 Março 2005 Abril 2005 Maio 2005 Junho 2005 Julho 2005 Agosto 2005 Setembro 2005 Outubro 2005 Novembro 2005 Dezembro 2005 Janeiro 2006 Fevereiro 2006 Março 2006 Abril 2006 Maio 2006 Junho 2006 Julho 2006 Agosto 2006 Setembro 2006 Outubro 2006 Novembro 2006 Dezembro 2006 Janeiro 2007 Fevereiro 2007 Março 2007 Abril 2007 Maio 2007 Junho 2007 Julho 2007 Agosto 2007 Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013 Junho 2013 Julho 2013 Agosto 2013 Setembro 2013 Outubro 2013 Novembro 2013 Dezembro 2013 Janeiro 2014 Fevereiro 2014 Março 2014 Abril 2014 Maio 2014 Junho 2014 Julho 2014 Agosto 2014 Setembro 2014 Outubro 2014 Novembro 2014 Dezembro 2014 Janeiro 2015 Fevereiro 2015 Março 2015 Abril 2015 Maio 2015 Junho 2015 Julho 2015 Agosto 2015 Setembro 2015 Outubro 2015 Novembro 2015 Dezembro 2015 Janeiro 2016 Fevereiro 2016 Março 2016 Abril 2016 Maio 2016 Junho 2016 Julho 2016 Agosto 2016 Setembro 2016 Outubro 2016 Novembro 2016 Dezembro 2016 Janeiro 2017 Fevereiro 2017 Março 2017 Abril 2017 Maio 2017 Junho 2017 Julho 2017 Agosto 2017

This page is powered by Blogger. Isn't yours?Weblog Commenting by HaloScan.com



noites com poemas 2


capa do livro Farândola do Solstício
Obras publicadas
por Jorge Castro

contacto: jc.orca@gmail.com

Autor em

logo Apenas

Colaborador de

logo IELT

Freezone

logo Ler Devagar


Correntes de referência:
80 Anos de Zeca
... Até ao fim do mundo!
Aventar
Encontro de Gerações (Rafael)
É sobre o Fado (João Vasco)
Conversas do Café Grilo
Espaço e Memória - Associação Cultural de Oeiras
Final Cut - o blogue de cinema da Visão
Oeiras Local
O MOSCARDO
Poema Dia
Profundezas

Correntes de proximidade:
A Funda São
Amorizade (Jacky)
A Música das Palavras (Jaime Latino Ferreira)
Anomalias (Morfeu)
Ars Integrata
Ars Litteraria
Ars Poetica 2U
As Causas da Júlia (Júlia Coutinho)
As Minhas Romãs(Paula Raposo)
Belgavista (Pessoana)
Blogimmas
Blogotinha
Bloguices
Câimbras Mentais (AnAndrade)
Carlos Peres Feio
chez maria (maria árvore)
Coisas do Gui
deevaagaar
Divulgar Oeiras Verde (Ana Patacho)
e dixit (Edite Gil)
Fotos de Dionísio Leitão
Garganta do Silêncio (Tiago Moita)
Isabel Gouveia
Itinerário (Márcia Maia)
Metamorfases
Mudança de Ventos (Márcia Maia)
Mystic's
Nau Catrineta
Notas e Comentários (José d'Encarnação)
Novelos de Silêncio (Eli)
Pedro Laranjeira
o estado das artes
Palavras como cerejas (Eduardo Martins)
Parágrafos Inacabados (Raquel Vasconcelos)
O meu sofá amarelo (Alex Gandum)
Persuacção - o blog (Paulo Moura)
Queridas Bibliotecas (José Fanha)
Raims's blog
Relógio de Pêndulo (Herético)
Risocordeluz (Risoleta)
Rui Zink versos livros
Repensando (sei lá...)
sombrasdemim (Clarinda Galante)
Tábua de Marés (Márcia Maia)
Valquírias (Francília Pinheiro)
Vida de Vidro
WebClub (Wind)

Correntes de Ver:
desenhos do dia (João Catarino)
Esboço a Vários Traços

Correntes Auspiciosas:
ABC dos Miúdos
Manifesto-me
Netescrita
Provérbios

Correntes Favoráveis
A P(h)oda das Árvores Ornamentais
Atento (Manuel Gomes)
A Paixão do Cinema
A Razão Tem Sempre Cliente
A Verdade da Mentira
Bettips
Blog do Cagalhoum
Cadeira do Poder
CoeXist (Golfinho)
Congeminações
Crónica De Uma Boa Malandra
Desabafos - Casos Reais
Diário De Um Pintelho
Editorial
Escape da vida...
Espectacológica
Eu e os outros...
Eu sei que vou te amar
Fundação ACPPD
Grilinha
Há vida em Markl
Hammer, SA
Horas Negras
Intervalos (sei lá...)
João Tilly
Lobices
Luminescências
Murcon (de JMVaz)
Nada Ao Acaso
NimbyPolis (Nilson)
O Blog do Alex
O Bosque da Robina
O Jumento
(O Vento Lá Fora)
Outsider (Annie Hall)
Prozacland
O Souselense
O Vizinho
Palavras em Férias
Pastel de Nata (Nuno)
Peciscas
Pelos olhos de Caterina
Primeira Experiência
Publicus
Puta De Vida... Ou Nem Tanto
Santa Cita
The Braganzzzza Mothers
Titas on line
Titas on line 3
Senda Doce
TheOldMan
Traduzir-se... Será Arte?
Um pouco de tudo (Claudia)
Ventosga (João Veiga)
Voz Oblíqua (Rakel)
Zero de Conduta
Zurugoa (bandido original)

Corrente de Escritas:
A Arquitectura das Palavras (Lupus Signatus)
Além de mim (Dulce)
Ana Luar
Anukis
Arde o Azul (Maat)
Ao Longe Os Barcos De Flores (Amélia Pais)
Babushka (Friedrich)
baby lónia
Branco e Preto II (Amita)
Biscates (Circe)
blue shell
Cartas Perdidas (Alexandre Sousa)
Chez Maria (Maria Árvore)
Claque Quente
2 Dedos de Prosa e Poesia
Escarpado (Eagle)
Erotismo na Cidade
Fôlego de um homem (Fernando Tavares)
Há mais marés
Humores (Daniel Aladiah)
Insónia (Henrique Fialho)
Klepsidra (Augusto Dias)
Letras por Letras
Lua de Lobos
Lus@arte (Luí­sa)
Mandalas Poemas
Menina Marota
Novos Voos (Yardbird)
O Eco Das Palavras (Paula Raposo)
Porosidade Etérea (Inês Ramos)
O Sí­tio Do Poema (Licínia Quitério)
Odisseus
Paixão pelo Mar (Sailor Girl)
Palavras de Ursa (Margarida V.)
Palavrejando (M.P.)
Poemas E Estórias De Querer Sonhar
Poesia Portuguesa
Poetizar3 (Alexandre Beanes)
Serena Lua (Aziluth)
Sombrasdemim (Maria Clarinda)
Sopa de Nabos (Firmino Mendes)
T. 4 You (Afrodite)
Uma Cigarra Na Paisagem (Gisela Cañamero)
Xanax (Susanagar)

A Poesia Nos Blogs - equipagem:
A luz do voo (Maria do Céu Costa)
A Páginas Tantas (Raquel)
ante & post
As Causas da Júlia
Cí­rculo de Poesia
Confessionário do Dilbert
Desfolhada (Betty)
Estranhos Dias e Corpo do Delito (TMara)
Extranumerário (GNM)
Fantasias (Teresa David)
Fata Morgana... ou o claro obscuro
Jorge Moreira
MisteriousSpirit (Sofia)
Passionatta (Sandra Feliciano)
Peças soltas de um puzzle
Poemas de Trazer por Casa e Outras Estórias - Parte III
Poesia Viva (Isabel e José António)
Poeta Salutor (J.T. Parreira)
Que bem cheira a maresia (Mar Revolto-Lina)
Sais Minerais (Alexandre)
Silver Soul
Sombra do Deserto (Rui)

Navegações com olhos de ver:
Em linha recta (lmatta)
Fotoescrita
gang00's PhotoBlog
Nitrogénio
Objectiva 3
Pontos-de-Vista
Rain-Maker
O blog da Pimentinha (M.P.)
Passo a Passo
Portfólio Fotográfico (Lia)
Words (Wind)

Já navegámos juntos...
Aliciante (Mad)
A Rádio em Portugal (Jorge G. Silva)
Atalhos e Atilhos
Cu bem bom
Encandescente
Geosapiens
Incomensurável
Isso Agora...
Letras com Garfos (Orlando)
Luz & Sombra
Pandora's Box
Pés Quentinhos
Praça da República em Beja (nikonman)
SirHaiva
Testar a vida
Tuna Meliches

Correntes de Consulta:
Abrupto
A Lâmpada Mágica
Aviz
Blogopédia...
Bloguítica
Contra a Corrente
Contra a Corrente
Conversas de Merda
Cravo e Canela
Do Portugal Profundo
Inépcia
Médico explica medicina a intelectuais
Oficina das Ideias
Portugal No Seu Pior
Professorices
República Digital
Retórica e Persuasão
Ser Português (Ter Que)
You've Got Mail

Correntes interrompidas:
A Nau Catrineta (zecadanau)
Aroma de Mulher (Analluar)
A Voz do Fado!
blog d'apontamentos (Luí­s Ene)
Catedral (ognid)
Cidadão do Mundo
Conversas de Xaxa 2
CORART - Associação de Artesanato de Coruche
Cumplicidades (Maria Branco)
Flecha
Fraternidades (Fernando B.)
Ilha dos Mutuns(Batista Filho)
Histórias do mundo (Clara e Miguel)
Lazuli (Fernanda Guadalupe)
luz.de.tecto (o5elemento)
Letras ao Acaso
Madrigal - blog de poesia
Mulher dos 50 aos 60 (Lique)
O Mirmidão
O soldadinho de chumbo
Palavras de Algodão (Cris)
podiamsermais (Carlos Feio)
Poemas de Manuel Filipe
Porquinho da Índia (Bertus)
Um Conto à Quinta
Xis Temas (António San)

noites com poemas